Vamos falar de gravura

| 0 comentários

Como minha mestra dizia: gravura ou você ama, ou você odeia. Ainda nao descobri se amo ou odeio, mas já realizei algumas peripécias.Tudo começou quando precisava de idéia para apresentar um projeto. Estava enjoada de figura humana, geométricos, interiores, paisagens, naturezas mortas, naturezas vivas. …Resolvi tirar idéia a partir de utensílios de cozinha…………………..daí que os garfos deram nisso que vos apresento.

“Pai e filho”, gravura sobre metal

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.