Estampando a vida

| 0 comentários

img_4424A vida é um grande tecido em que colocamos aos poucos as “impressões” do mundo que nos cerca. O equilíbrio e as relações entre uma impressão e outra são feitos de nossas escolhas e o resultado depende muito de nós mesmos.

tem dias do preto e branco

dias de cores tímidas

dia de cores que explodem

dia das cores pálidas

dia que tudo destoa

dia de imprimir alegrias

dias em que os traços saem da rota

e dias que nos obedecem docemente

dia de novos motivos

dias de novos padrões

novas cores

novas idéias

e repetiçoes.

dia de mudar de lado

dia de mudar o rumo

dia da gota cair do lado errado

e do defeito virar efeito

dia que a gente descuida e que nao tem jeito

o defeito nao tem nada de efeito

e a gente borra

se desacerta

E outro tantos que a gente acerta, acerta e acerta

dia que a gente descobre

dia que a gente encobre

imprime mais força

imprime leveza

E tem dia que a gente comemora.

E foi assim que comemorei a oficina de dois dias com a claudia Matos, uma artista talentosa, que tem um trabalho maravilhoso. Quem quiser conhecer seus trabalhos é só procurar por Nakawe Tecidos Tingidos.

A Claudia dá duas oficinas por ano que dura dois dias. Com direito a cafezinho, paezinhos, bolachinhas e geleias e um almoço saudável e gostoso feito por ela e pela sua assistente competente também nao só em estamparia mas na culinária, a Tati, que é muito divertida.

Um abraço carinhoso para você Claudia, Tati e todas as meninas que compartilharam desta aventura.

e é isso que se leva desta vida.
imageAbaixo, um trabalho da Claudia img_4416E aqui um segredo dela……………………(os carimbos). Eu levaria os carimbos para casa só para decoraçao.img_4419A Claudia no centro resolvendo nossas GRANDES questõesimg_4399A Flávia e sua estampa. Um coelho, um esquilo ou uma boca?img_4396

img_4388

imageNossa produçãoimg_4431

img_4428

img_4437

E para finalizar: Geléia de abacaxi com gengibre feita pela TAti. Mas olha só o mimo da etiqueta.

E eu seguirei estampando pelo mundo afora. Só fotógrafa que eu nunca serei.

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.